sábado, 7 de maio de 2016

DÁ-ME TUA MÃO...

Vem, meu amor dá-me tua mão
E vamos passear,
Respirando  o azul do céu outonal,
E ver a folha do Plátano,
Que em  tons de despedida
Prendeu-se  ao galho,
Num  tênue e breve aconchego
À espera do vento...
Vem, dá-me tua mão,
Dissipa tuas lágrimas
Com o colorido das flores,
E com o carinho dos beijos
Que trocaremos bem devagarinho...
Van Zimerman 
06/05/2016