sábado, 28 de maio de 2016

AMOR E CHUVA


Madrugada chuvosa,
A lareira ilumina
Um canto da sala, uma das janelas...
As labaredas aquietam-se
Num lento e surreal bailado.
Imagino teu olhar,
A saudade aconchega-se
No espelho,
Na rosa com gotas d'água caída no tapete
Num piscar  de olhos, sinto você,
Minha vida, meu mundo...
Van Zimerman 
27/05/2016