domingo, 29 de novembro de 2015

Mon Amour

A lembrança
Do teu  rosto
Envolve o fim de tarde,
E a Saudade anoitece e alonga-se
No brilho da lágrima que desliza,
E deixa-se acariciar pela chuva,
Num breve silêncio dos sinos-de-vento...
Van Zimerman

****
Mon Amour

La mémoire
De votre visage
Elle implique fin de journée

Van Zimerman