domingo, 14 de maio de 2017

ARABESCOS




Ao som de Debussy
Anoiteço...
Na solidão da janela entreaberta
Há um silêncio que envolve
E paralisa os ponteiros
Do relógio de parede,
Meu coração, repleto de saudade,
Inquieta-se, deslizam  lágrimas
E aquieta-se
Ao sentir  o vento, teu vento menino,
Bem-vindas carícias a desenhar
Arabescos dourados em minhas mãos
E no vidro trincado da janela...

Van Zimerman, IWA
14/05/2017

***
https://www.youtube.com/watch?v=9Fle2CP8gR0

Debussy - Arabesque No.1 and No.2