sábado, 6 de maio de 2017

À espera do nosso amanhecer...

Madrugada,
A saudade e fria solidão cintilam
Em mágicas lembranças,
Em versos de amor...
Um piano, a Lua,
“Clair de Lune”
Envolve e invade
Cada célula do meu corpo
E alma, tonalizando
As reticências com as cores
Do amanhecer,
À espera do nossa amanhecer...
Van Zimerman, IWA
04/05/2017
***
https://www.youtube.com/watch?v=CvFH_6DNRCY
CLAUDE DEBUSSY: CLAIR DE LUNE