quarta-feira, 5 de abril de 2017

UMA PAUSA NO TEMPO

                         Clicar na imagem para ampliar


Aos poucos os tons do Outono
Tingem o pasto...
Os cavalos em silêncio.
Quantas aldeias,
povoados e castelos
Contidos na harmonia e encanto
Da imagem atemporal?
Na imobilidade dos cascos
Os sons do passado e presentes
Mesclam-se, lembram uma aquarela
Em que as tintas são escolhidas
Pela passagem do tempo,
Enquanto o destino,
Tem nas palmas das mãos
O dom de pincelar vidas...
Van Zimerman, IWA
05/04/2017