quinta-feira, 28 de abril de 2016

Je t'aime très...



Em companhia das sementes de dente- de- leão


Na caminhada  matinal,
Junto do chão algumas  folhas do Plátano...
Lembro-me  dos  traços do teu sorriso,
Que em seguida voam
Em companhia das sementes de dente- de- leão,
Que curiosas, dispersam-se com o  vento.
Voo ao teu encontro,
Em pensamento  sinto o mistério do teu olhar,
Tingindo de azul, a manhã e cada detalhe do meu dia,
Enquanto na sala, o tabuleiro de xadrez, solitário.
Aos poucos, se transforma
Em teclas do piano...
Foto e poema: Van Zimerman