domingo, 20 de março de 2016

BEM-VINDO OUTONO!

Clicar na  imagem para ampliar



O OUTONO RENASCE


Em minha mão
Pousa a lembrança
Da asa de borboleta
Que encontrei na grama...
O Outono passado renasce
Em cada detalhe da pequena asa,
Amarela e frágil,
Mas, de uma beleza e história de vida única.
Ainda em minha mão,
Ao tocar a diáfana asa,
Sinto o vento, o céu azul,
O colorido das flores,
E imagino-a com as duas asas voando,
Linda tingindo mais um fim de tarde
Com amarelas e infinitas poesias...
Van Zimerman