sábado, 29 de agosto de 2015

Ah, o teu perfume...





Desnuda-se a noite,
E, as lembranças do contorno do teu corpo,
Aconchegam-se ao lençol de seda,
Ah, o teu perfume...
Saudade tecida sob a luz da Lua
Envolve cada milímetro da tua ausência...


Van Zimerman