sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Viagem no Espelho



Madrugada...
A solidão envolve
As grades de ferro
Da antiga janela...
Há tanto silêncio
Um silêncio imóvel
Intenso...
E saudade,
Na Janela entreaberta
Tenta disfarçar
A lágrima que desliza
E busca encontrar
Em meu rosto
As tuas linhas,
Tuas reticências,
Ah, uma única lágrima

Bem-vinda lágrima,
Que em sonhos
Viaja no espelho
Ao teu encontro...
Van Zimerman 
 07/09/2016