sexta-feira, 2 de setembro de 2016

GUARDEI PARA VOCÊ





Hoje de manhãzinha,

Enquanto caminhava
Lembrei-me de você
E,  em uma garrafa
Linda e surreal,
Do mais fino cristal
Guardei para você
O azul do céu, três raios  de sol,
E um  coração que a nuvem desenhou,
Guardei para você,
A liberdade do voo
E  canto do bem-te-vi,
Mesclado ao som
De um antigo sino- de- vento...

E emocionada
Juntei da calçada
Algumas flores de Ipê,
Suaves poemas amarelos
E os guardei para você...
Daquela orquídea que tirei foto,
Acrescentei o aroma de baunilha,
Com sete gotas de ternura,
Que se mesclaram
A sensação de um beijo,
Repleto de amor intenso,
E ainda,
Àquela foto da joaninha, lembra?
E depois  fechei a garrafa.

Guardei para você
Um pouco do meu mundo,
Nosso mundo...
Para você eu guardei.

Van Zimerman
01/09/2016