sexta-feira, 9 de setembro de 2016

MANDALA D’ÁGUA


Na roda de carroça
Encostada à cerca,
Solidão e silêncio,
A passagem do tempo
No cintilar das gotas d'águas
Na circular madeira...
Desejos contidos,
E o amor tão distante
E a saudade tingindo,
De azul mais um dia,
Na roda da Vida
Desabrocha
Sutil mandala d'água.
Van Zimerman
08/09/2016