domingo, 26 de março de 2017

O LIVRO DE PÉTALAS DE ROSA



Ao juntar algumas pétalas de rosas que haviam caído do vaso de cristal, em cima da mesa, não podia deixar de admirar a beleza ainda existente na cor rosa, em seus vários tons. Coloquei uma das pétalas na mão e observei as linhas suaves que as percorrem como se fossem suas impressões digitais...

Quantas lembranças e saudades uma rosa desperta? Quantos sonhos foram desenhados em suas pétalas perfumadas? Poemas escritos no espaço encantado da flor, guardada no coração, feito um livro surreal de pétalas em que o amor está em cada página, mesmo distante, ou ausente, as pétalas não murcham. O amor permanece vivo, pois as páginas recebem visitas das recordações e das lágrimas, nem sempre visíveis no olhar, mas cintilantes e intensas no coração.

Continuo olhar a pétala, é fácil mudá-la de posição, mas no livro guardado, a página rosa é difícil de ser virada, e o amor esquecido...
Vanice Zimerman IWA
 24/03/2017