quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Pássaro de cristal


Os sons da solidão
Aos poucos acariciam
As grades da janela
E invadem o espelho,
Fragmentando os reflexos
De mais um fim de tarde,
Enquanto do livro de poesias
Um pássaro de cristal voa,
Sinto o calor das tuas mãos...
Vanice Zimerman
 01/12/2016