sábado, 31 de janeiro de 2015

Noite de Verão




 

Madrugada
A lembrança da tua voz,
A inspirar poemas...
Enquanto o silêncio,
E os sons da chuva apaixonam-se,
Abro o livro de poesias
E encontro as pétalas de rosas,
Tênues pergaminhos...

Vanice Zimerman
31/01/2015