terça-feira, 31 de outubro de 2017

PALAVRAS QUE SUSTENTAM O MUNDO... HOMENAGEM A CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE


   
       O mundo flutua no Universo, em companhia do Tempo e do Destino. Para não perder o equilíbrio e a esperança de entendê-lo, contamos com as palavras do poeta; “Teus ombros suportam o mundo...”

       O artista da palavra sustenta o mundo com a força da imaginação, da poesia e da sabedoria... Com esta emocionante, porém   difícil Arte de escrever sobre sentimentos como amor, alegria, saudade e decepção... Ele consegue transmitir  a beleza, a dor e a magia que vê refletida em uma lágrima, uma gota de chuva, um raio de sol, um sorriso ou  um sonho!

       Os ombros que sustentam o mundo são largos,  sensíveis e críticos, formados por poetas de diversas nacionalidades,   reconhecidos e admirados... Esta importante união de ideias e visão de mundo  levam-nos a refletir sobre a busca de um sentido para a vida, de um encontro sem máscaras com nosso Eu... Os poetas sentem o peso do mundo, travam duelos com as palavras, com as páginas em branco. Muitas vezes torturando-se com a força e a realidade destas.

      Por possuírem e aperfeiçoarem a sensibilidade de observar as pessoas, de conversar com a natureza, escrevem versos dando vida, emoção e cor as palavras!


Vanice Zimerman, IWA

- Homenagem a Carlos Drummond de Andrade (31/10/1902-1987), e todos os poetas que sustentam o mundo com suas palavras e ideais.

"Os Ombros Suportam o Mundo"