terça-feira, 11 de outubro de 2016

Tela de Vidro

Na rotina da noite,
Tão fria, e solitária noite,
Encanta-me
Desenhar dois corações
No vidro da janela.
Na rotina da noite,
Busco ver a Lua
Tão fria, e solitária Lua,
Encontro apenas,
O silêncio repleto
Dos imóveis sinos-de- vento
Deixo a janela entreaberta
Para eu possa
Viajar nos sonhos...
Van Zimerman
11/10/2016